Pensando em quem???

Como nosso espaço aqui é multiuso, resolvi comentar algo hoje do cenário político de nosso país

O presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), reagiu nesta quinta-feira às críticas ao aumento na verba de gabinete dos 513 deputados, que subiu dos atuais R$ 50,8 mil para R$ 60 mil. Na opinião de Chinaglia, aqueles que criticam o reajuste buscam a “platéia fácil” e devem defender publicamente a “demissão em massa” dos servidores.

GABRIELA GUERREIRO
da Folha Online, em Brasília

Não dá pra não comentar esta notícia.

Hoje, ao ler a folha de São Paulo, fiquei pasmo com a maneira com que o político no Brasil considera normal coisas que para nós são tão complexas. Pensemos juntos: Por que dar aumento a um grupo de funcionários, não concursados, e deixar de pensar num grupo maior de funcionoários concursados? Quando o deputado fala de demissão em massa, deve estar esquecido de que estes mesmos funcionários já tem seus dias contados. Afinal de contas não são todos eles funcionários em cargo de confiança? Sendo assim, no exato momento em que o deputado não é eleito, seus funcioonários também saem.

No fim das contas o que percebe-se é que além da verba de gabinete e do vencimento de R$ 16,5 mil por mês, que cada parlamentar tem direito a receber, R$ 16,5 mil no final e no começo de cada ano legislativo, R$ 3 mil de auxílio moradia, R$ 4,2 mil de cota postal, R$ 15 mil de verba indenizatória e auxílio para passagem aérea –que varia de R$ 4,4 mil (para parlamentares que moram no Distrito Federal) a R$ 17,6 mil (para os que moram em Roraima), este aumento dará aos Brasileiros um bom presente. Afinal de contas, somos nós quem pagamos a conta…rs

Fico me perguntado o por que dos nobres políticos não se uinirem para discursarem com tanta empolgação a favor do aumento dos salários dos aposentados.

O Apóstolo Paulo fala a Timóteo no capítulo 2, versos 1 e 2 que devemos usar práticas de suplicas, orações, intercessões, ações de graças, em favor de todos os homens, em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranquila e mansa, com toda piedade e respeito.

Agora pensemos: Se o governo esta do jeito que está, e Deus fala em sua Palavra que devemos orar pelos nossos governantes , para que vivamos vida tranquila, entendemos que precisamos orar mais. Somos responsáveis pelos políticos de nosso país. De orar por eles e clamar a Deus para que venha agir na vida deles.

Sendo assim, surge para nós um dilema. Será que dá para orar por eles com tantos escândalos políticos e com tanto descaso para com a opinião pública?

Várias respostas podem ser dadas. Eu prefiro, ainda que uma parte de mim se negue a fazer isso, ficar com o mandato Bíblico, pois quero vida tranquila em meu país.

Como dizem por ai, também sou brasileiro (e crente) e não desisto nunca….rs

Aquele abraço

Esta entrada foi publicada em Não classificado. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s